Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO BERNARDO DO CAMPO, Homem, de 26 a 35 anos



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Meu blog antigo
 Mariana Costa
 mude1
 mude2
 Thiago




MUITO MAIS DE VOCÊ
 


E você continua aí...

 

A vida vai andando, as pessoas vão passando e você continua aí.

 

É da tua vida que falo agora, daquilo que deveria ser construção tua e não do outro sobre você.

Você quer ser bom e começa a agir como uma pessoa medíocre. Esquece que tem todas as energias dentro de si e fica se contentando em usar apenas aquelas que são politicamente corretas para o outro sempre sorrir pra ti.

 

Espera sempre um afago, um olhar de aprovação, um sorriso para que o teu lado criança continue a ser submisso àqueles que te querem sempre no volume médio, morno, resignado e medíocre.

 

E você continua aí, escravo das tuas próprias emoções, resignado e obediente. Aprende que para ser feliz é preciso focar nos teus defeitos e melhorá-los, aprende a não falar em voz alta os teus sentimentos, aprende também a viver uma vida mediana de forma que os outros continuem afagando o teu comportamento fabricado para o deleite dos hipócritas.

 

E você continua aí, um cachorrinho correndo atrás do próprio rabo, satisfazendo a vontade dos seus donos, lambendo o osso da vida, cerceado por portões que construíram na sua mente, manso...

 

E de tão manso imagina que todos gostam de você, pois você aprendeu que mostrar os dentes é coisa feia, coisa de gente ruim de espírito. Assim o ciclo se repete e a tua vida é regida pelo que o outro pensa.

 

E você continua aí em volumes médios, sem muita perspectiva, no mesmo emprego, com as mesmas pessoas a dizerem as mesmas coisas, com os mesmos pensamentos achando que será salvo.

 

Mas você sente que algo está errado, sente que à qualquer momento vai explodir, sente que não é uma vida que está vivendo, mas apenas cumprindo protocolos, cumprimentando pessoas apenas pela coincidência de passar por elas todos os dias, aguentando o chefe por causa do salário, aguentando a semana por causa do final se semana, aguentando a si mesmo por causa do que os outros podem pensar.

 

E você continua aí acreditando precisar passar por tudo isso como uma forma de provação dos Deuses, uma forma de penitência daquilo que fez de errado e assim a tua vida se torna um filme que nem você aguentaria assistir...

 

 

E você continua aí, até quando?!?

 

Francisco Dalsenter




Escrito por fdal às 22h18
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]